Red Centre

Red Centre

Provavelmente você conhece o monolito vermelho em Red Centre, na Austrália.

Você deve saber que ele é sagrado para o povo aborígine local, e que ele assume cores espetaculares ao nascer e ao pôr-do-sol. Talvez você não saiba que pode vivenciá-lo através dos olhos aborígines, ou que há muitos outros locais sagrados de tirar o fôlego na vasta região central da Austrália. O primo de Uluru, Kata Tjuta, fica a apenas 40 quilômetros e você encontrará o inspirador Kings Canyon próximo a Alice Springs.

Perceba que esta paisagem apresenta vegetação verde e exuberantes cavidades com água nas rochas, bem como estradas vermelhas poeirentas e enormes placas rochosas. E o que você não compreenderá até que venha até aqui é a mágica, a grandiosidade, o silêncio e o isolamento esplêndido do Red Centre australiano.

Cinco lugares que você não pode deixar de visitar em Red Centre:

Simpson Desert, NT
Simpson Desert, NT

1. Alice Springs e arredores

Hospede-se na famosa cidade de Alice Springs, no outback, que fica no coração vermelho da Austrália, a apenas 200 quilômetros ao sul de seu centro geográfico. A partir daqui, você pode caminhar pelo cerrado, passear em um veículo com tração nas quatro rodas ou participar de um passeio de camelo pelas dunas de areia errantes do deserto Simpson. Faça um passeio de bicicleta até o Simpsons Gap no alvorecer, descubra diferentes estilos de arte aborígine ao longo da trilha Tanami e explore as gravuras rupestres, artefatos e locais de rituais próximos à pequena comunidade aborígine de St Teresa.

Uluru-Kata Tjuta, NT
Uluru-Kata Tjuta, NT

2. Uluru-Kata Tjuta National Park

Veja o Uluru se elevar a 348 metros do deserto na profundezas do centro da Austrália, combinando a luz e o clima com tonalidades tão vívidas que rouba o espetáculo do pôr-do-sol. Caminhe ao redor da base de Uluru com um guia Anangu e aprenda como ela foi criada por ancestrais espirituais no Dreamtime. Você pode até rastrear as feridas da batalha que eles deixaram para trás. Visite Uluru em uma motocicleta, nas costas de um camelo ou em um voo panorâmico de helicóptero. Beba uma taça de champagne observando a incandescência do pôr-do-sol e, em seguida, volte para a fogueira do camping para um jantar de barramundi, ema ou canguru debaixo de um céu estrelado. A apenas 40 quilômetros, você encontrará – abóbadas marrons redondas formadas por mais de 500 milhões de anos de erosão. Você pode vivenciar ambas essas maravilhas no Uluru-Kata Tjuta National Park, que oferece passeios com guias aborígines e acomodações que vão desde acampamentos até resorts luxuosos.

Kings Canyon, Watarrka National Park, NT
Kings Canyon, NT

3. Kings Canyon e Watarrka National Park

Faça uma caminhada até a borda do Kings Canyon para apreciar vistas exuberantes das gargantas e escarpas acidentadas do Watarrka National Park. As imponentes paredes de pedra do canyon abrigam fendas repletas de palmeiras e cavidades com vegetação exuberante em um deserto inóspito. Veja plantas raras remanescentes de uma era mais úmida há muito finda e nade nas piscinas tropicais do Garden of Eden. Explore as abóbadas rochosas castigadas pelas intempéries da Cidade Perdida. Veja o pôr-do-sol em Carmichael Crag, faça a caminhada por Kathleen Springs até uma bela piscina rochosa ou faça uma caminhada noturna pela trilha Giles. Se acampamento não o atrair, passe a noite em um resort ou em acomodações na natureza selvagem.

Finke Gorge, NT
Finke Gorge, NT

4. Finke Gorge National Park

Faça um passeio em um veículo com tração nas quatro rodas para os imponentes penhascos de arenito e pelo arenoso rio Finke. Principalmente seco no Finke Gorge National Park. Explore o oásis de Palm Valley no deserto, o único lugar no mundo em que você pode encontrar a palmeira Red Cabbage. Você pode se enveredar pelas palmeiras elegantes de Arankaia Walk ou pelo Mpulungkinya Walk, mais longo. Depois disso, siga o curto Kalaranga Lookout Walk para ver paisagens espetaculares do anfiteatro de pedra cercado por penhascos escarpados. Ou conheça a mitologia do povo aborígine Arrernte ocidental no popular Mpaara Walk, que leva duas horas. Veja gomíferas de galhos longos sobre águas cintilantes e cadeias de montanhas passarem de roxo para ocre queimado ao pôr-do-sol.

Cordilheira MacDonnell, NT
Cordilheira MacDonnell, NT

5. Cordilheira MacDonnell

Faça uma caminhada pela trilha Larapinta ou pelo caminho Emu Dreaming para Ormiston Gorge e Pound, além das graciosas gomíferas do rio vermelho, cangurus pequenos e cavidades nas rochas com água límpida e fresca. Maravilhe-se com as meras paredes da garganta, que se elevam a 300 metros de Ormiston Creek e então mergulham na cavidade com água de 14 metros de profundidade. Você também pode se refrescar no Ellery Creek Big Hole e na garganta Redbank e na pitoresca garganta Glen Helen. Veja cangurus pequenos das rochas nas escarpas e gomíferas fantasmas do Simpsons Gap. Faça uma caminhada para Standley Chasm e veja o vermelho flamejante de suas paredes íngremes ao sol do meio-dia. Não perca a cratera de 20 quilômetros de largura em Gosse Bluff, ou Tnorala, como é conhecido pelo povo aborígine Arrernte ocidental. Sua história de sonho é um pouco mais mágica do que a explicação científica, que diz que ele foi formado pela colisão de um cometa com a Terra a cerca de 130 milhões de anos. Na cordilheira MacDonnell oriental, você pode fazer uma caminhada pelo cerrado, acampar, fazer um passeio em um veículo com tração nas quatro rodas e visitar a garganta Trephina e Arltunga, a cidade fantasma da época da corrida do ouro.

As Devils Marbles são enormes pedras de granito, distribuídas por um vale amplo e raso, 100 quilômetros ao sul de Tennant Creek no Território do Norte.

As Devils Marbles estão localizadas na região tradicional dos Warumungu, Kaytetye, Alyawarra e Warlpiri. Eles chamam as Devils Marbles de Karlu Karlu, que significa literalmente "pedras redondas"’.

Kata Tjuta, anteriormente conhecida como The Olgas, é um grupo de grandes formações rochosas antigas a cerca de 30 quilômetros de Uluru, no Red Centre da Austrália. Juntas, essas formações rochosas gigantes compõem os dois principais marcos do Uluru-Kata Tjuta National Park.

As 36 abóbadas que compõem Kata Tjuta estão distribuídas por uma área de mais de 20 quilômetros. O ponto mais alto é o Monte Olga, batizado em homenagem à Rainha Olga de Württemberg.

O Kings Canyon faz parte do Parque Nacional de Watarrka no Território do Norte da Austrália. Situando-se na extremidade ocidental da Cordilheira George Gill, o King Canyon está aproximadamente a meio caminho entre Alice Springs e Uluru.

Essa antiga formação de altas rochas escarpadas vermelhas que se elevam acima das densas florestas de palmeiras é uma importante área preservada e um refúgio para mais de 600 espécies de plantas nativas e animais, muitos exclusivos da região.

Use o mapa para ver os melhores lugares para conhecer e as atrações mais interessantes

States
States

Ideias australianas

Mais informações

Red CentreEncontre mais informações no site do Tourism Northern Territory (Turismo do Território do Norte)