Kata Tjuta, Território do Norte

Uluru Kata Tjuta National Park Central Australia, Território do Norte. © Tourism Australia

Kata Tjuta, Território do Norte

Kata Tjuta, anteriormente conhecida como The Olgas, é um grupo de grandes formações rochosas antigas a cerca de 30 quilômetros de Uluru, no Red Centre da Austrália. Juntas, essas formações rochosas gigantes compõem os dois principais marcos do Uluru-Kata Tjuta National Park.

As 36 abóbadas que compõem Kata Tjuta estão distribuídas por uma área de mais de 20 quilômetros. O ponto mais alto é o Monte Olga, batizado em homenagem à Rainha Olga de Württemberg.

O Uluru–Kata Tjuta National Park é administrado em conjunto por seus proprietários tradicionais, os Anangu, e pela Parks Australia. Kata Tjuta é sagrada para os Anangu, que habitam a área há mais de 22.000 anos. Acredita-se que as abóbadas de arenito de Kata Tjuta tenham cerca de 500 milhões de anos.

Kata Tjuta é um termo da tribo aborígene Pitjantjatjara que significa "muitas cabeças". Há muitas lendas da tribo Pitjantjatjara associadas a Kata Tjuta. Uma delas conta a história do grande rei-cobra Wanambi que vive no pico do Monte Olga e desce apenas durante a estação seca. Kata Tjuta é um local sagrado para os homens da cultura aborígene Anangu, e muitas das suas lendas em torno do local são mantidas em segredo.

As formas ocre compõem uma visão intrigante e impressionante, que alguns viajantes acham ainda mais encantadora do que Uluru. Você pode escolher entre várias trilhas de caminhada, que variam de fáceis a mais longas e difíceis. As áreas de observação do pôr-do-sol e de dunas Kata Tjuta oferecem vistas panorâmicas magníficas das abóbadas e são locais relaxantes para sentar e absorver a paisagem que está sempre mudando. No pôr-do-sol, e que pôr-do-sol inspirador, as abóbadas parecem brilhar e assumir um tom de vermelho escuro.

A caminhada de Walpa Gorge de 2,6 quilômetros é a mais curta e fácil das duas caminhadas ao redor de Kata Tjuta. A trilha mais longa de Kata Tjuta é a Caminhada Valley of the Winds de 7 quilômetros. Ela é muito íngreme em alguns locais, mas o circuito é digno do esforço. Essa caminhada o levará por entre as abóbadas, através dos leitos dos riachos, até os mirantes Karu e Karingana. O circuito inteiro leva cerca de quatro horas. A caminhada é mais agradável durante as primeiras horas da manhã, antes da chegada das grandes multidões, e quando a vida selvagem é mais ativa. A caminhada não é feita quando as temperaturas atingem 36 C, o que é muito comum no verão (dezembro – fevereiro).

Primeiro, visite o Centro Cultural Uluru-Kata Tjuta para aprender sobre os seres ancestrais e a importância das caminhadas. Dessa forma, você poderá iniciar suas caminhadas com um entendimento mais profundo. O Uluru–Kata Tjuta National Park é reconhecido pela UNESCO como Patrimônio Mundial Selvagem por seus valores naturais e culturais.

O Uluru- Kata Tjuta National Park está localizado a cerca de 365 quilômetros ou a quatro horas e meia ao sudoeste de Alice Springs. Muitos visitantes optam por explorar o Outback Australiano em seu próprio ritmo, dirigindo pelo famoso Red Centre Way do Território do Norte. Dessa forma, você tem a chance de explorar Uluru, Kings Canyon, o Lado Ocidental das Montanhas MacDonnell e Alice Springs.

Mais ideias australianas