Festival e diversão na estação seca

Festival e diversão na estação seca

Na maior parte do mundo, inverno significa muitas camadas de roupa e ficar dentro de casa. Não no Território do Norte da Austrália, onde a estação seca de maio a outubro é a época perfeita para sair e comemorar. Curta um rock sob as estrelas no festival de música Bass in the Grass, em Darwin. Torça pelo seu camelo favorito na tumultuosa Imparja Camel Cup, em Alice Springs. Descubra os ritmos arcaicos da cultura aborígine no mundialmente renomado Garma Festival, em Arnhem Land. Os dias quentes e as noites frias do inverno do Território abrigam um turbilhão de celebrações, desde as mais peculiares até as sagradas.

As festividades têm início em maio, no Festival de Darwin – 18 dias de música, dança, teatro, comédia, cabaré, filmes e artes visuais. Artistas de todos os cantos do mundo convergem nos George Brown Botanic Gardens e seus arredores, oferecendo uma dose estonteante de cultura do Extremo Norte sob as árvores iluminadas com lanternas.

Ouça bandas poderosas no Bass in the Grass, o maior festival de música do Território, no enorme Anfiteatro de Darwin, no final de maio. Em seguida, absorva mais da cultura criativa da cidade no June Fringe Festival, uma quinzena eclética de seminários, performances aéreas, filmes aborígines, um concurso de poesia, improvisos musicais pelas ruas, teatro burlesco e exposições de arte.

Junte-se aos habitantes locais com um caixote e um prato de espetinho nos Mindil Beach Sunset Markets de Darwin, de maio a outubro. Ou assista enquanto eles constroem barcos com latas de cerveja e refrigerante na Regata Anual de Latas de Cerveja, realizada no mês de julho. Este divertido evento esportivo começou como um modo criativo de limpar o lixo deixado pelos trabalhadores que reconstruíram Darwin depois do ciclone Tracey. Hoje os barcos chegam a 12 metros e carregam uma artilharia considerável – bombas de farinha e pistolas de água. Centenas de habitantes locais torcem em eventos que vão desde uma corrida de barco sem limitações chamada Battle of Mindil a competições de cabo-de-guerra na praia.

Eles gostam nada mais do que rir de si mesmos no Território do Norte. Isso explica o Henley-on-Todd – uma regata anual de iatismo e remo realizada em agosto no fundo de um rio seco, em Alice Springs. Ou a Imparja Camel Cup de julho, quando cavaleiros correm em camelos temperamentais pelas trilhas empoeiradas do outback. Dançarinas da dança do ventre, corridas de riquixá, atrações, desafios Mr. and Miss Camel Cup, barracas de comidas e bares contribuem para a atmosfera de carnaval.

O inverno no Território do Norte também é a época de viver as cores tradicionais e espetaculares de um festival aborígine. Não perca o Garma Festival em agosto – uma comemoração vibrante, que dura cinco dias, da cultura Yolngu em Gulkula, a nordeste de Arnhem Land. O clã local e grupos aborígines vizinhos se reúnem para canções Yolngu tradicionais, danças cerimoniais, designs do clã, confecção de lanças e caça. O festival acontece na floresta de eucalipto do tipo stringybark com vistas para o Golfo de Carpentaria, e cada prática conta um pouco da antiga história dos Yolngu deste local sagrado.

Saiba sobre o povo do oeste de Arnhem Land, que fala o idioma Kunwinjku, no Stone Country Festival, realizado em agosto, onde as atividades incluem um carnaval de futebol, voos panorâmicos e demonstrações de didjeridu. Em seguida, conecte-se com as tradições culturais do povo aborígine de Kakadu no Mahbilil Festival, realizado no Lago Jabiru no mês de setembro. As comemorações de um dia incluem danças tradicionais, barracas de mercado, comida do sertão e a exclusiva competição de culinária de ganso-pega.

A cada dois anos, em maio, os fãs do esporte podem entrar no espírito esportivo amistoso dos Arafura Games, nos quais campeões em ascensão do Pacífico Asiático ganham experiência e exibem suas habilidades. Contradizendo os calendários de corrida na maior parte do mundo, a temporada de corrida do Território do Norte começa no inverno. Você precisará de muito pique para o Darwin Cup Carnival, em julho – uma série elegante e exuberante de corridas, coquetéis e bailes de gala. O evento culmina com o Darwin Cup Day, quando cerca de 19.000 pessoas se comprimem contra a grade e chapéus e echarpes e são atirados ao ar sobre a multidão.

Esqueça da hibernação. Neste inverno, saia e abrace a rica cultura e o humor peculiar desta típica parte da Austrália.

Mais ideias australianas