O dingo australiano
Site Requires Javascript - turn on javascript!

O dingo australiano

Dingo, Fraser Island, QLD

O dingo é o cão selvagem da Austrália, apesar de não ser nativo do continente. Dingos têm um porte médio, cabeças largas, focinho pontudo, orelhas eretas, caudas espessas e pelagem entre vermelha e amarela. Eles têm focinhos mais longos, dentes caninos mais longos e crânios mais chatos do que os cães domésticos de mesmo porte. Os dingos são carnívoros que se alimentam comumente de cangurus, wallabies, gado, vombates e sariguês. Dingos são criaturas altamente sociais e formam matilhas estáveis com territórios claramente definidos, sempre que possível. Eles se comunicam principalmente através de uivos e ganidos e latem menos do que os cães domésticos. Os dingos são encontrados em toda a Austrália, exceto na Tasmânia. Aviste-os na Fraser Island em Queensland, em Kimberley na Austrália Ocidental e pelos desertos do Território do Norte e do Sul da Austrália.

Fotos de animais da Austrália

O dingo australiano

O dingo australiano

O dingo é o cão selvagem da Austrália, apesar de não ser nativo do continente. Dingos têm um porte médio, cabeças largas, focinho pontudo, orelhas eretas, caudas espessas e pelagem entre vermelha e amarela. Eles têm focinhos mais longos, dentes caninos mais longos e crânios mais chatos do que os cães domésticos de mesmo porte. Os dingos são carnívoros que se alimentam comumente de cangurus, wallabies, gado, vombates e sariguês. Dingos são criaturas altamente sociais e formam matilhas estáveis com territórios claramente definidos, sempre que possível. Eles se comunicam principalmente através de uivos e ganidos e latem menos do que os cães domésticos. Os dingos são encontrados em toda a Austrália, exceto na Tasmânia. Aviste-os na Fraser Island em Queensland, em Kimberly na Austrália Ocidental e pelos desertos do Território do Norte e do Sul da Austrália.

Ver mais informações

Adicionar a sua viagem dos sonhos
A ema australiana

A ema australiana

A ema é um grande pássaro marrom de penas macias que não voa. Emas crescem até dois metros de altura e têm dois dedos nos pés e longas pernas que lhes permitem correr muito rápido, a até 50 km por hora. A ema fêmea é maior que o macho e põe até 20 ovos grandes verdes-escuros. A ema aparece na moeda australiana de 50 cents e juntamente com o canguru vermelho no brasão da Austrália. Ela também é uma personagem recorrente na mitologia aborígine. A ema evita áreas populosas e se alimenta de relva, folhas e pequenos insetos. Você encontrará emas em pastagens, florestas esclerófilas e bosques de savanas em toda a Austrália. Você poderá vê-las em Tower Hill na Great Ocean Road, no outback de Victoria e em New South Wales, e também em Queensland ao sul.

Ver mais informações

Adicionar a sua viagem dos sonhos
O canguru australiano

O canguru australiano

O canguru é encontrado exclusivamente na Austrália e aparece em nosso brasão. É um mamífero e um macropodidae, uma família de marsupiais que inclui wallabies e pademelons. Cangurus são os únicos animais de grande porte a se locomover por meio de saltos e os machos adultos em fase de reprodução com frequência lutam boxeando com as patas dianteiras e chutando com as traseiras. Existem 55 espécies de canguru em toda a Austrália. Em Victoria, veja-os em Anglesea na Great Ocean Road e nos Grampians. Aviste-os na Ilha Kangaroo e na Cordilheira Flinders no Sul da Austrália. Aproxime-se deles nos parques nacionais Namadgi e Kosciuszko, (nos Alpes australianos), em Pebbly Beach (em New South Wales) e na Ilha Maria (na Tasmânia).

Ver mais informações

Adicionar a sua viagem dos sonhos
O coala australiano

O coala australiano

O coala é um marsupial encontrado exclusivamente na Austrália. Ele é, algumas vezes, chamado de urso coala, por sua semelhança com um urso de pelúcia. Ele também se parece com um vombate, seu parente vivo mais próximo, mas tem a pelagem mais espessa, orelhas maiores e membros mais longos. Coalas são ativos por cerca de duas horas por dia e hidratam-se apenas comendo folhas de eucalipto. Os coalas podem ser avistados em toda a costa oeste temperada da Austrália. Algumas de suas principais moradias incluem a Tidbinbilla Nature Reserve, próximo a Canberra, os arredores de Port Stephens em Nova Gales do Sul (New South Wales) e o Lone Pine Koala Sanctuary, em Queensland. Observe-os em seu ambiente natural na Ilha Phillip em Victoria e no Parque Nacional Yanchep, localizado na Austrália Ocidental.

Ver mais informações

Adicionar a sua viagem dos sonhos
O ornitorrinco australiano

O ornitorrinco australiano

Os ornitorrincos são pequenos mamíferos peludos marrons escuros que põem ovos, têm patas com membranas entre os dedos e um bico parecido com o de um pato. Os ornitorrincos vivem em tocas que cavam à beira dos rios. Eles são animais mergulhadores e podem ficar debaixo d'água por até 15 minutos. Diferentemente do bico de um pato, o bico do ornitorrinco é borrachento e flexível. Ele contém centenas de células eletrorreceptoras, que podem detectar as correntes elétricas causadas pelo nado de sua presa na água. Os ornitorrincos podem se encontrados ao longo das regiões costeiras orientais da Austrália, em pequenos riachos e rios tranquilos. Veja-os na Tidbinbilla Nature Reserve próximo a Canberra, no Lake Elizabeth no Great Otway National Park de Victoria na Great Ocean Road e no Cradle Mountain-Lake St Clair National Park na Tasmânia.

Ver mais informações

Adicionar a sua viagem dos sonhos
O demônio-da-Tasmânia

O demônio-da-Tasmânia

O demônio-da-Tasmânia é um marsupial carnívoro com a aparência de um pequeno cachorro atarracado. Ele tem o pescoço largo, uma cauda espessa e áspera e pelo preto. O demônio-da-Tasmânia recebeu seu nome comum dos primeiros colonizadores europeus, que eram assombrados à noite por seus guinchos e rosnados demoníacos. Apesar de sua aparência e de sua reputação, o demônio-da-Tasmânia é, na verdade, uma criatura tímida. Ele é o maior marsupial carnívoro do mundo desde a extinção do tigre da Tasmânia, em 1936. Desde 1995, os demônios-da-Tasmânia vêm sendo atacados por uma doença caracterizada por um tumor facial demoníaco e, como resultado, eles são agora uma espécie protegida. Veja-os em parques naturais na Tasmânia, como o Taranna, na península de Tasman.

Ver mais informações

Adicionar a sua viagem dos sonhos
O wallaby australiano

O wallaby australiano

O nome wallaby vem da tribo aborígine Eora, de Sydney. Ele se refere a cerca de 30 espécies de macropodidaes que são menores do que um canguru ou wallaroo. As espécies mais comuns são o wallaby ágil (Macropus agilis) e o wallaby de pescoço vermelho (Macropus rufogriseus), que se parecem muito com cangurus e wallaroos e são frequentemente vistos nos estados do sul. Os wallabies das rochas (gênero Petrogale) se especializaram em terrenos irregulares e têm os pés modificados para agarrar-se às rochas em vez de cavar o solo. Wallabies muitos pequenos que habitam as florestas são conhecidos como pademelons. Os wallabies estão espalhados por toda a Austrália, especialmente em regiões mais remotas, rochosas e escarpadas. Aviste-os na Cordilheira Flinders no Sul da Austrália, no Freycinet National Park na Tasmânia, e nos parques nacionais Namadgi e Kosciuszko localizados nos Alpes Australianos.

Ver mais informações

Adicionar a sua viagem dos sonhos
Baleias na Austrália

Baleias na Austrália

A baleia-jubarte e baleia-franca-austral podem ser observadas no litoral da Austrália. As baleias-jubarte podem ser vistas quando estão migrando para o norte ao longo da costa leste, passando por Byron Bay e Hervey Bay de maio a novembro. Maravilhe-se com as graciosas acrobacias e ouça ao belo canto debaixo d'água em um hidrofone em um dos diversos passeios de observação de baleias que você pode fazer de Sydney a Hervey Bay.

Ver mais informações

Adicionar a sua viagem dos sonhos