Melhores restaurantes de culinária exclusivamente australiana

Alguns dos mais novos ingredientes que chegam aos pratos dos restaurantes australianos têm milhares de anos, pois os chefs da Austrália têm se inspirado em seus próprios jardins. Lembre-se de que esses jardins têm mais de 6,5 milhões de quilômetros quadrados. Sendo assim, o campo de pesquisa é muito vasto. Como os aborígenes australianos sabem há pelo menos 40.000 anos, este país vasto e seco abriga inúmeras plantas, ervas, nozes, sementes e frutas selvagens e nativas, passando pelas seis estações climáticas reconhecidas na cultura aborígene. Os visitantes da Austrália podem agora saborear amostras do resultado dessa inspiração nas mesas dos restaurantes, que vão de jantar de gala à bares do interior. Aqui estão apenas alguns exemplos. Melhores restaurantes de culinária exclusivamente australiana
Site Requires Javascript - turn on javascript!

Melhores restaurantes de culinária exclusivamente australiana

Ingredientes antigos criaram um novo tipo de culinária, com plantas nativas da Austrália como foco principal.


Alguns dos mais novos ingredientes que chegam aos pratos dos restaurantes australianos têm milhares de anos, pois os chefs da Austrália têm se inspirado em seus próprios jardins. Lembre-se de que esses jardins têm mais de 6,5 milhões de quilômetros quadrados. Sendo assim, o campo de pesquisa é muito vasto. Como os aborígenes australianos sabem há pelo menos 40.000 anos, este país vasto e seco abriga inúmeras plantas, ervas, nozes, sementes e frutas selvagens e nativas, passando pelas seis estações climáticas reconhecidas na cultura aborígene. Os visitantes da Austrália podem agora saborear amostras do resultado dessa inspiração nas mesas dos restaurantes, que vão de jantar de gala à bares do interior. Aqui estão apenas alguns exemplos.

Billy Kwong,
Sydney, NSW

Restaurantes exclusivamente australianos de Nova Gales do Sul

Billy Kwong, Sydney

A culinarista e proprietária/chef Kylie Kwong desenvolveu uma maneira de cozinhar que é singular pela mistura de gastronomia chinesa e australiana. "Quando você chega no Billy Kwong, eu quero lhe oferecer a Austrália em um prato", declara a chef. "Para mim, isso significa integrar os extraordinários ingredientes nativos deste país aos pratos cantoneses dos meus antepassados." Para você, isso significa wontons de camarão e grilo com molho de sweet chilli; panquecas de atriplex verde; e wallaby caramelizado refogado com feijão preto e chilli. Tudo isso pode ser apreciado em um dos bancos do restaurante asiático moderno casual/chique. Os críticos estão enlouquecidos e as filas dobram o quarteirão.

Momofuku Seiobo, Sydney

Quando o famoso chef de Nova York, David Chang, inaugurou o primeiro restaurante fora da América e em Sydney, em 2012, sua visão era simples: usar a generosidade da Austrália. Sente em um banco do extenso balcão embaixo dos pôsteres em preto-e-branco do AC/DC e sim, você ainda encontrará a marca registrada do Momofuku no menu, o sanduíche de toucinho de porco defumado, mas o chef Ben Greeno poderá apresentar a você sutilmente um lagostim australiano (um crustáceo de água doce nativo) com algas marinhas e cercefi ou uma sobremesa de sorvete de malte com merengue de semente de acácia triturada. "Temos que nos antenar para o que há por aí e temos que usar o que está a nossa disposição", comenta Chang. "Eu espero que chegue ao ponto em que todos nesse país comecem a cozinhar canguru e wallaby. Esse tem que ser um objetivo a longo prazo."

Biota, Bowral

Em uma cidade pacata do interior, nas montanhas exuberantes de Nova Gales do Sul, um chef da cidade grande, James Viles, combina a culinária de alta tecnologia com um comprometimento profundo de usar produtos locais de Biota - bem no meio dos patos e gansos perto de um lago que parece ter sido criado por Walt Disney. Os ingredientes indígenas são combinados naturalmente e de maneira integral e harmoniosa aos pratos, como bife coberto com melaço e atriplex, frutas nativas e alho-poró; e choco em sua própria tinta, creme de ostras e emulsão de alface-do-mar. Um bar popular e um mercado de produtores mensal completam essa experiência.

Bentley Restaurant + Bar
, Sydney

Localizado em um glorioso prédio histórico com um teto alto no coração de Sydney, Bentley – liderado pelo incansável chef Brent Savage – responde ao chamado da natureza. Peça o raro filé de canguru com molho brilhante e consistente de riberry e uma sobremesa de chocolate aerado com sorvete de folha de figueira e limão aspen. Esse é o ponto de encontro de executivos durante o dia e pessoas elegantes durante a noite.

Prairie Hotel,
cordilheira Flinders, SA

Restaurantes exclusivamente australianos do sul da Austrália

Orana, Adelaide

No andar de baixo, você pode apreciar uma cervejinha com sanduíche de canguru lentamente refogado no Street-ADL, o bar moderno e energético do chef/proprietário de Glasgow, Jock Zonfrillo. No andar de cima está o Orana, um restaurante de gala intimista, com 25 lugares, inspirado pelas pesquisas constantes de Zonfrillo sobre a cultura indígena e os ingredientes nativos australianos. Comece com folhas de atriplex fritas e crocantes e vieiras da Ilha Kangaroo com aizoácea salgada, e siga essa experiência pedindo um bife de wagyu com erva-do-sonho verde e caranguejo fresco com figos e ervilhas. Uma experiência gastronômica australiana sugestiva, sensível e moderna.

The Prairie Hotel, cordilheira Flinders

Localizado há cinco horas de carro de Adelaide, "onde o deserto encontra a cordilheira Flinders", a cidade de Parachilna tem uma população oficial de apenas sete pessoas, mas muitos visitantes chegam até ela para conhecer o estiloso hotel interiorano da família Fargher, o Prairie. Experimente uma lager local e o infame Feral Mixed Grill, composto de filé de canguru, ema, salsicha de camelo e purê de batatas cremoso com molho de vinho tinto e folha de pimenta, e uma torta de quandong de sobremesa. 

Charcoal Lane,
Melbourne, VIC

Restaurantes exclusivamente australianos de Vitória

Attica, Melbourne

O proprietário/chef Ben Shewry cultiva regularmente algas marinhas e ervas daninhas e mantém duas hortas consideráveis perto de seu elegante e discreto restaurante no subúrbio, o Attica, classificado em 21º lugar na lista dos 50 melhores restaurantes do mundo 2013. "A despensa de ingredientes nativos da Austrália nos concede a matéria-prima para uma gastronomia singular e especial", diz ele, servindo wallaby da Ilha Flinders com raspas de araucária bidwillii, purê de macadâmia, chicória, begônia e frutas nativas, além da impressionante mistura intitulada "Native Fruits of Australia" (frutas nativas da Austrália): uma combinação agridoce, com lilly pilly, ameixa de Illawarra, quandongs escalfados, rosélia doce, muntries, riberries e ameixa da Austrália.

Charcoal Lane, Melbourne

Este restaurante informal e suburbano também serve como um programa social, o Mission Australia, fornecendo treinamento e experiência em hospitalidade para jovens aborígenes. Como resultado, o Charcoal Lane oferece uma experiência gastronômica única, com pratos inspirados sazonalmente infundidos com ingredientes nativos, como cordeiro com atriplex e crosta de dukkah, lilly pilly e cuscuz de folha de pimenta, e maçã cozida no vapor e pudim de muntries.

Greenhouse,
Perth, WA

Restaurantes exclusivamente australianos da Austrália Ocidental

Greenhouse, Perth

Uma criação do artista, empreendedor e ambientalista holandês, Joost Bakker, o Greenhouse é um local ambientalmente sustentável e rústico. É um restaurante honesto em um dos lugares mais badalados da cidade. Um jardim no telhado fornece ervas e legumes, os móveis são adaptados e reconstruídos no local; o isolamento é feito por fardos de palha e todo o desperdício vira composto. É o ambiente perfeito para a culinária contemporânea séria, mas casual, do descabelado chef Matt Stone, fortemente apoiada nos sabores indígenas locais. O raro lombo de canguru é combinado à maçã nativa, planta azeda e couve-rábano, e perca-gigante frita com manteiga de solanácea e gaspacho.

Restaurantes exclusivamente australianos de Queensland

Tukka, Brisbane

A horta do Tukka está cheia de produtos indígenas usados pelo chef e talentoso jardineiro Bryant Wells, cujo prato de degustação é composto por carnes, frutas, nozes, frutas vermelhas e molhos, agindo como um convite para saborear a Austrália. As carnes beiram o exótico, da perca-gigante da Austrália Ocidental até o possum da Tasmânia, passando pelo canguru de Queensland e o crocodilo de Cairns.

O menu degustação do Tukka apresenta os melhores produtos nativos da Austrália:

  • Crocodilo de Cairns curado em lavanda com salada de melão, pepino em conserva e emulsão de limão e chilli
  • Canguru de Queensland, damascos assados, abobrinha na manteiga e ameixa da Austrália
  • Filé de ema de Marburg, batata-doce e purê de cumaru e pera-nashi assada com cidra